Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    A VERDADE SOBRE A VERDADE

    Muito interessante quem diz que há quem se sinta o dono da verdade. Ora, ora, ora... E quem não se sente? Ao assumir uma posição e defende-la todos estão como donos daquilo que professam. Por outro lado, tem que ser muito tolo para achar que a Verdade estaria dependente de pontos de vista. É por isso que defendo a inexistência da Verdade, já que tudo é uma questão de ponto de vista. Penso, logo crio uma verdade para mim! E dela sou dono.

    Esses tais que dizem dos outros aquilo que são, não passam de gente tão profunda quanto um pires. Vivem de arrazoar o óbvio e de se defender com clichês idiotas, tais como: "cada um tem sua opinião", "fé é uma coisa pessoal" e outras tantas mentiras que ajudam a aplacar seus medos de encarar algo mais profundo. Sim, mentem descaradamente a si mesmos. E qual seria o mal disso? Todo! Quando não avalio meus conceitos que mais posso ser que um imbecil que anda por aí achando-se correto? Mais das vezes não sabe que não passa, como eu, de um sujeitinho perdido na vida. Quem só sabe de uma mentira como saberá pensar sobre ela? Mentirá convictamente como se vê aos montes. Em estando perdido, com a consciência fervilhando de merdas existenciais, cria ou se apropria de pratos prontos.

    Vou dizer o que me parece a Verdade. Sem a arrogância do título.

    A Verdade é que não há verdade alguma senão as Leis naturais, como a Gravidade, por exemplo. Além de coisas das quais não podemos nos livrar há aquelas que nos perseguem, como a gravidez de uma mulher que não se cuida - pode ser que engravide! Além disso, há as leis de convivência que são sempre parcialmente boas. Aliás, uma das frases mais idiotas que conheço é "a liberdade de um termina quando começa a do outro". Ora, o segundo leva absoluta vantagem sobre o primeiro. Liberdade não começa nem termina, ela existe ou não. Pode existir para uma coisa, sem existir para outra no mesmo ser. Além disso, ter liberdade não significa realizar isso ou aquilo. O que deveras há de ser preservada é a condição do "não-crime" de um sobre o outro. Exemplo simples seria tomar o que não me pertence. Sou livre para isso!

    Somos e estamos perdidos. E a única razão é porque pensamos. Já viste a alegria de um deficiente mental? Ele nada sabe, apenas sente algumas coisas, e por isso ri. A razão nos perturba. Nada além disso!

    Durante toda a história da humanidade a opressão veio da aliança entre convicção e força bélica. Nada mais, nada menos! Por isso o receio que tenho das ideologias e das religiões, das pessoas que querem mudar o mundo para melhor. Fuja de tais pessoas, são vermes que buscam poder pelo poder ou, como é o caso dos românticos, não dimensionam o que estão dizendo. Desejar um mundo melhor sempre (a palavra é essa mesmo: sempre) está dissociada da complexidade da vida em sociedade.

    Bem, se entendo que minha verdade é tão forte quanto um barquinho de papel na água, da mesma forma entenderei as verdades do outro. Obviamente parece paradoxal. Ora, o que fiz até agora senão ditar o que seja a verdade?

    As "verdades" existenciais são tão somente remendos para nos acalmar diante da infalível verdade da morte biológica, a qual pode ser o fim de tudo. Eu disse "pode ser."

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad