Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    ENSAIO SOBRE A PORTA

    Ouvi na adolescência que o coração tem uma porta que só abre por dentro. Pode ser. Mas o que faria a porta do coração se abrir? Que tipo de portas haveriam? Há diferenças entre corações e corações? Sim, creio que há muitas diferenças. Então, permita-me divagar sobre essas diferenças.

    Corações com portas de madeiras, de plástico, de aço, uma cortina apenas. Cada porta com sua chave. Umas espessas fazem os sons externos menos perceptíveis, num isolamento com o mundo que se assemelha à paz, tal como a alienação. Códigos, senhas... Segredos por trás das portas. Inconfessáveis pensamentos recobertos, invisíveis e doloridos. Portas frágeis, vulneráveis às agressões externas. Portas cujas trancas são tão complexas que quem bate acaba desistindo. Portas de dobradiças enferrujadas, de tramelas abandonadas, com ou sem olho mágico, que se abrem um pouco, que ficam escancaradas ao mundo, corroídas por cupins ou apodrecidas pelo desleixo. Sim, há muitas portas e muitas trancas.

    E como abrir essas portas? Que sons movem o desejo interno de se deixar entrar?

    Diante dos tantos apelos do mundo, de pessoas à volta, nos vemos tentados em abrir, tentados em por mais trancas, tentados a fazer ouvidos moucos, surdos por imposição da natureza ou para proteger-se de agressões dantes sofridas. Dos que exageram na cautela àqueles que se abrem diante de meras insinuações.

    O que te faz abrir a porta do coração?

    Assim ouvíssemos somente o som da voz desejada, da voz doce, da voz que nos faz tremer de prazer, de toque suave como quem não quer interromper o descanso.

    Quisera ouvir somente: "Amor, sou eu!"

    6 comentários:

    1. Que lindo Roldão!!! Antes fosse simples assim... Já foi, na época em que pessoas conheciam um número menor de "visitantes". A dinâmica da vida moderna acabou com as escolhas imutáveis, com as certezas do amor... Hoje não são tantos assim que batem às portas do coração... a praticidade sexual não os fazem subirem tão alto..rs
      Adri

      ResponderExcluir
    2. É que nosso coração tem muitas portas...as vezes temos que abrir justamente aquela que usamos muito pouco... E pode estar enferrujada... Tem que azeitar, abrir com jeitinho mas depois fica fácil!!! Rsrsrs boa sorte com as suas portas...

      ResponderExcluir
    3. Ótimo texto.
      Usar estas analogias com tamanha proximidade é fantástico!

      Graziela Aguiar

      ResponderExcluir
    4. Lindo! Por vezes relutamos e abrir a porta por estar com o coração partido por vários motivos, mas um dia ele se abre novamente. Que essa voz não demore!
      Carla Martins

      ResponderExcluir

    5. [ ♥______presa pelo lado de dentro!]

      ResponderExcluir

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad