Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    MULHER MORRE DEPOIS DE LIPOASPIRAÇÃO EM CRICIÚMA

    Valdirene dos Santos de Campos, de 36 anos, faleceu no dia 27 de julho, dois dias após se submeter a uma cirurgia de lipoaspiração no Hospital Unimed. De acordo com o laudo do Instituto Médico Legal (IML), ela sofreu um choque hipovolêmico, acompanhado de hemorragia na região do peritônio. 

    A família está no aguardo da resposta do médico. "A direção informou que só vão liberar através de uma ordem judicial. A informação do que realmente aconteceu na cirurgia não foi passada aos familiares”, afirmou a cunhada da vítima, Zoraide Rocha.

    De acordo com Zoraide, a vítima faleceu em casa e o médico entrou em contato com a família para dizer que a causa da morte era embolia pulmonar. Os familiares teriam tentado contato com o médico anteriormente, uma vez que Valdirene reclamava de dores. "Em um contato com o médico pelo telefone, ele apenas disse que era para abrir a cinta", relata a cunhada. 

    A assessoria de imprensa do hospital divulgou uma nota oficial a respeito do caso. Confira a nota na íntegra.

    Nota Hospital Unimed Criciúma – 31 de julho de 2012

    A diretoria do Hospital Unimed Criciúma vem à público prestar informações a respeito das notícias divulgadas sobre o falecimento de Valdirene dos Santos de Campos, ocorrido no dia 27 de julho, na cidade de Forquilhinha.

    A diretoria do Hospital informa que o tempo de cirurgia foi dentro do normal, considerando-se que após o procedimento cirúrgico o paciente permanece em recuperação pós-anestésica por um tempo quase tão extenso quanto o tempo da cirurgia realizada.

    Antes da realização da cirurgia de abdominoplastia, o cirurgião informou à família sobre o seu afastamento por motivo de viagem. Mesmo assim, em cumprimento às normas do Conselho Regional de Medicina, deixou um outro colega cirurgião para as intercorrências de seus pacientes. O nome e o contato deste profissional foi repassado à família da paciente.

    Durante sua estada em viagem o cirurgião atendeu em duas oportunidades os familiares da paciente, que também fizeram contato com o médico indicado e que estava em Criciúma. Assim que soube do quadro o médico retornou à Criciúma, onde mantém contatos com a família.

    O Hospital informa ainda que o cirurgião que operou a paciente tem formação na especialidade de cirurgia plástica, com quatro anos de residência e mais dois anos de pós-graduação na mesma especialidade, em São Paulo. Também possui especialização de um ano na Alemanha, em reconstrução facial, de mamas e abdominal.

    O Hospital já manteve contato com o Delegado Regional do CREMESC e com o médico legista.



    Do Portal Engeplus.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad