Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    MICÉLIA ABRIU A CAIXA PRETA

    Além de beneficiar entidades e quitar despesas com a campanha eleitoral de 2008, notas fiscais também eram montadas para a captação de recurso ao prefeito Gentil Da Luz. A revelação é da ex-secretária de Finanças Micélia da Silva Luiz durante a Operação Moralidade. O relato consta no inquérito do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas.

    Conforme o depoimento de Micélia ao delegado Airton Ferreira, o Gentil Da Luz recebeu cerca de R$ 60 mil somente em 2012. Ela também afirma que p prefeito tinha conhecimento da origem do dinheiro. O mesmo testemunho aponta que o valor seria para cobrir despesas de visitas políticas. Quanto a 2011, a servidora municipal aponta que o ele obtinha de R$ 10 mil até R$ 20 mil a cada dois meses com o superfaturamento de notas.

    Chamado também para depor, Gentil foi instruído a ficar calado. Conforme o advogado Ivo Carminatti, ele falará somente em juízo. “Vamos fazer a contestação na fase processual”, coloca. O defensor do prefeito é procurador de outros quatro indiciados ligados ao PMDB e ao Governo Municipal, seja por laços partidários ou por contratos com empresas. Nenhum deles foi processado até agora.

    Publicado no Canal Içara.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad