Sahga

  • Recentes

    DEJETOS

    Numa guerra até as fezes do inimigo devem ser analisadas, caso seja possível. Ali estarão as ''digitais'' dos alimentos ingeridos, que não são, necessariamente, os mesmos alimentos servidos. Em certo sentido é isso que faço quando escrevo sobre religião: analiso os dejetos dos fiéis, aquilo que deixam pelo caminho. Evidente que uso um discurso indireto para instigar. Assim, não conseguem esconder o que de fato estão ''comendo'', pois ao invés de ponderarem sobre os temas fazem ataques pessoais e expõem arrazoados sobre coisas enlatadas. Raramente conseguem lidar com um texto que não seja o das cartilhas que seguem, mesmo que em antagonismo com o que dizem crer. As incoerências do cristianismo praticado, por exemplo, são de tal monta que somente a mais absoluta cegueira da credulidade faz coabitar tanta coisa. Mais isso corresponde, em certo sentido, ao analfabetismo funcional que grassa neste país.

    Vamos a um exemplo gritante, daqueles que são tão discretos quanto um rinoceronte no cio, numa postagem que fiz no Facebook, com raras exceções:

    Clichês tolos sobre Deus: ''é grande'', ''é maior'', ''é tudo''.
    São expressões que ensejam comparação. O grande precisa do pequeno; o maior do menor; e, ''tudo'' ignora as demais coisas em nossa vida. Esse povo que diz que O segue não consegue analisar nem o que fala sobre quem é Absoluto. Em sendo absoluto não tem carências, em não sendo carente não precisa de culto e jamais poderia ser ofendido. Por outro lado a criação depõe contra o conceito de absoluto. Ao criar o mundo Ele estabeleceu uma relação e só se relaciona quem tem algum tipo de carência. Além disso, um ser que se basta em si mesmo não poderia ter 'vontades', porque vontade remete a desejo e desejo é um tipo de carência.



    Renato Monteiro: pelome-nos aqui vc diz que ele criou o mundo então existe alguém e se existe alguém ele e Deus e isso

    Rosi Fáttima: Filosofias não faltam para esse debate mas concordo com o que comenta!

    Sérgio Hammer: Esse assunto é sempre polêmico. Eu acredito em DEUS, mas não sigo nenhuma religião. O que faço é ajudar o próximo, dar opinião quando me pedem, e não me meto na vida das pessoas. Isso pra mim, já é um bom começo.

    Sérgio Hammer: E detalhe, sempre me perguntam por quê não vou a nenhum igreja: Primeiro, eu tenho minha interpretação sobre a bíblia (todos os pastores e padres tem como base a Bíblia). E também, como um padre vai querer dar conselhos sobre família, se ele mesmo não tem? E sobre os patores, o caso é mais complicado ainda. Pois a maioria, digamos 99% são pastores hoje, porque antigamente já foram drogado, assaltantes e outras delinquências. E eu? Que pago meus impostos, nunca fui preso, não consumo drogas ilícitas, estudei, me formei e tento levar a minha vida da melhor forma.

    Zurene Manique: E a Teoria do Caos?

    André Roldão: Caos são os comentários que não tratam do assunto da postagem. Por exemplo: não trato da criação, não falo de religião, tampouco o cristianismo é o foco.

    Maicon Robetti: nada mais que formas das pessoas se expressarem... normais em qq relação.

    Dilson Grassi: Na minha opinião a criatura querer definir e explicar o (a ) Criador (a) além de uma presunção já é um paradoxo...

    Maicon Robetti: Sérgio, muito boas suas colocações. Se me permite um comentário dentro daquilo que convivo: a questão do padre não ser casado, não desabona o conhecimento de família, em primeiro pq ele nasceu em uma. Outra questão é que não precisamos vivenciar todas experiências para falar sobre elas: um pai não precisa ter sido drogado para orientar o filho, o pai quando tem seu primogênito nunca foi pai, mas orienta seu filho... um médico trata tantas coisas que nunca teve... e por ai vai. Abs

    Dilson Grassi: kkkkkkkkkkk Chega a ser engraçado,( sem ironias) como cada um defende sua maneira de ver as coisas..Para aqueles que creem em uma vida apos a vida alguém vai se decepcionar muito quando lá chegar, dada as divergências de opiniões aqui postadas..kkkkkkkkkkk

    Maicon Robetti: acho que se decepcionar não, mas surpreender com certeza.

    Dilson Grassi: Questão de colocações meu amigo, muitos de nós quando nos surpreendemos nos decepcionamos...

    Renato Monteiro: Deus e simplesmente mais do que qualquer debate que possa se colocar aqui mais muitos so acreditao no que vem e quanto a pastores que forao drogados e hoje estão pregando a palavra de Deus e porque Deus procura as coisas loucas da vida pra confundir as sabias.

    Pércio Jr Clislaine: DEUS É DEUS não tem o que falar,e para falar vc tem que se permitir sentir a presença dele em sua vida,só então poderá fazer qualquer tipo de comparação,é preciso ter experiência com DEUS,com seu poder sobrenatural,penso ser absurdo falar de algo que não se tem conhecimento.

    Sérgio Hammer: Maicon Robetti, perfeita sua colocação. Com certeza o padre foi criado em uma família. Mas de que me adianta ir ouvir o padre, se vai ser mais do mesmo, pelo menos para mim. E com relação aos pastores vc tbm tem total razão. Mas cai na mesma do padre. Do que adianta eu ir ver ele pregar, sobre a história de vida dele, se eu já sei para onde as drogas levam. E como já disse anteriormente, fazendo o bem sem olhar a quem na medida do possivel e por ai vai, já é um bom modo para se viver.

    André Roldão: Sobre o que mesmo que foi a postagem?

    Renato Monteiro: e realmente acho que isso e besteira mesmo falar de Deus nao e pra qualquer um tem que ter muita sabedoria pois ja se sabe que os seres humanos nao usam nem um porcento da capacidade mental portanto e muito falho e confuso falar do criador de tudo

    Enfim, do que estão se alimentando? O que estão a despejar não reflete um prato saudável. Ao contrário, uma farinha rala, sem nutrientes. Como venho acompanhando isso por toda a minha vida, os comentários acima refletem o todo.

    (Dejetos ficou forte? Então substitua a expressão por 'lixo'. Quer conhecer os hábitos de alguém ou família? Vasculhe seu lixo - aquilo que sobra da vida diz quase tudo!)

    2 comentários:

    1. "Ao criar o mundo Ele estabeleceu uma relação e só se relaciona quem tem algum tipo de carência."

      Não é falar sobre a criação do Universo? Por isso perguntei sobre a Teoria do Caos.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. De forma alguma. Falo exclusivamente da relação X carência.

        Excluir

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad