Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    ANÁLISE DA PESQUISA DO JORNAL DA MANHÃ

    Em conversa com o publicitário Alcides Simioni, paulista radicado em Criciúma há quase 30 anos, sobre a pesquisa desta semana do Jornal da Manhã resultaram algumas considerações. Mas primeiro leia o que o JM publicou sobre a pesquisa espontânea:

    A pesquisa mostra que o ex-prefeito Clésio Salvaro (PSDB) continua com grande destaque entre os eleitores de Criciúma. Quando a pergunta de intenção de votos foi espontânea, ou seja, sem a apresentação dos nomes dos concorrentes, quase metade, 46% dos eleitores de Criciúma, ainda não têm um nome em mente no qual votar na nova eleição municipal a ser realizada em 3 de março. Mas entre os eleitores que de forma espontânea declaram algum nome, Clésio Salvaro é o que obtém maior proporção de citações, cerca de um em cada quatro eleitores, ou quase metade dos que indicam algum nome.

    Em segundo lugar aparece Márcio Búrigo, cerca de um em cada quatro eleitores. Os dados mostram que o impedimento de Salvaro ainda é desconhecido por muitos. Num segundo grupo, com menos de 5% de citações cada, encontram-se Ronaldo Benedet e Romanna Remor (PMDB). E num terceiro grupo, com menos de 1% de citações cada, Fábio Brezola (PT), Cintia dos Santos (PSTU) e até mesmo Décio Góes (PT), que concorre à prefeitura do Balneário Rincão.


    Estes números estavam, no momento da pesquisa, cristalizados no eleitor. Portanto, são eles que fornecem uma visão mais clara das possibilidades do pleito. Quem define voto na ''estimulada'' não tem a convicção necessária para permanecer na decisão que eventualmente apontou. Ou seja, está vulnerável à influências dos amigos, parentes, mídia etc.

    Então, somando os 46% que não tinham em quem votar com os 3% de nulos e brancos, e 5% da Romanna, temos 54% de indecisos. Além desses, 25% diz votar em Márcio Búrigo. Enfim, há uma boa parcela de chances de termos uma disputa mais acirrada do que aponta a ''estimulada''. A aparição de Salvaro como se fosse candidato explica a ligação que os marketeiros querem imprimir: Sou Salvaro/Voto Márcio.

    A guerra de ícones midiáticos está lançada. Por seu lado, Márcio se vale do passado recente; Américo aponta pra o Futuro; e, Brezola faz ligação com Dilma e Lula, obviamente. O PMDB, com maior rejeição, diz que Criciúma Pode Mais... Mais o quê?

    De minha parte, compulsivo leitor de História e visionário por natureza, só posso querer o Futuro.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad