Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    O MITO DA DESUNIÃO POLITICA

    Dia sim, dia não, ouço alguém dizer que o atraso da região Sul do Estado de Santa Catarina é fruto da desunião política, ou dos políticos, os mesmo das disputas partidárias. Para mim um mito, um clichê, algo que não reflete, nem a história da região tampouco olha para o Estado como um todo. Limita-se num comparativo com o Norte, com Blumenau e Joinville. Falam como se o Norte recebesse todas as benesses do Palácio da Agronômica e que os políticos de lá fossem unidos.

    BR 470 - Umas das piores em Santa Catarina e atende a região Norte
    Quem faz o comparativo não conhece o Norte de Santa Catarina em detalhes. Afinal, fazem parte da região Gaspar, Guaramirim, Taió e Itapema, por exemplo. Ou seja, voltam seus olhos para o que há de melhor por lá e esquecem do todo. É como olhar para o Sul como se houvesse apenas Criciúma e Tubarão. Além disso, é necessário ir além. Blumenau tem um dos piores acessos rodoviários dentre as maiores cidades de SC. A rodovia estadual Itajaí/Blumenau é uma penúria, bem como a BR-470 está em péssimas condições para uma rodovia Federal. Ou seja, sob qualquer ângulo Blumenau está ainda mais abandonada que Criciúma, sem contar que nossa situação é infinitamente melhor em se tratando de acesso. A diferença está na proximidade com o Porto de Itajaí, mas não depende do governo estadual.

    Só cego pra não ver duas coisas: há divergências tão profundas na política aqui como em todas as regiões do Estado; e, o atraso do Sul está muito mais ligado à cultura da colonização do que a outro fator qualquer. A colonização do Sul não foi industrial. Portanto, em sendo voltada à agricultura não teve o mesmo desenvolvimento que o Norte. Da mesma forma o Planalto e o Oeste. Isso é consenso entre os que estudam isso. Evidente que foi mudando, mas o Norte já estava com base sólida desde o final do século XIX. Não há como alcançá-los. Sempre estarão à frente.

    Quanto aos recursos é evidente que quem gera mais impostos deverá receber mais atenção. Como região industrializada muito antes do Sul, a afluência de pessoas foi natural e qualquer governo terá a obrigação de dar mais atenção para onde há mais gente. Óbvio!

    Em se tratando de brigas políticas tenho as divergências como absolutamente salutares pois geram competição entre grupos e pessoas. A união, ao contrário, leva à passividade e ao comodismo.

    Na minha avaliação a opinião que motiva este texto tem duas origens: precisamos de uma explicação e nada mais natural que culpar os políticos, pois são a mãe de todos os males neste país (o povo é sempre vítima, um coitadinho); e, de forma recorrente, o baixo interesse em estudar qualquer coisa. A preguiça mental é, sim, a mãe de todos os palpites.

    Um comentário:

    1. Disse tudo, André!

      " (...)o atraso do Sul está muito mais ligado à cultura da colonização do que a outro fator qualquer. A colonização do Sul não foi industrial. Portanto, em sendo voltada à agricultura não teve o mesmo desenvolvimento que o Norte."

      Concordo plenamente:

      "Na minha avaliação a opinião que motiva este texto tem duas origens: precisamos de uma explicação e nada mais natural que culpar os políticos, pois são a mãe de todos os males neste país (o povo é sempre vítima, um coitadinho); e, de forma recorrente, o baixo interesse em estudar qualquer coisa. A preguiça mental é, sim, a mãe de todos os palpites."

      ResponderExcluir

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad