Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    O BRASIL RESUME-SE ÀS FAVELAS DO RIO

    Texto publicado por Willy Backes no Facebook.

    Os órgãos públicos e privados no Brasil necessitam urgentemente fazerem o curso inicial e mínimo de “guia turístico”. Turismo de negócios, lazer e cultural. Precisam conhecer e promover melhor o Brasil como um todo.

    Para o estrangeiro, impõe-se o Brasil como sendo o Rio de Janeiro, ou melhor, as favelas do Rio com as suas UPPs, retrato colocado da sala de recepção.

    Não há artista, ator de cinema, reis e rainhas, jogador de futebol e da NBA, político e ex-político, presidentes, primeiros ministros, músicos ou pop-stars em visita oficial ou de prospecção, que não subam conduzidos os morros e favelas ditas “domesticadas” do Rio de Janeiro.

    Agora mesmo, o Presidente da Alemanha Joachim Gauck, em missão oficial para o incremento das relações comerciais e empresariais entre os dois Países, foi lá, para ver o Rio do alto.

    Objetivamente seria muito mais prudente, frutífero e racional, apresentar ao Presidente Alemão Joaquim, por exemplo: capacidade brasileira na produção alimentar na agricultura e de carnes, as reservas minerais e de água doce, conservação ambiental da amazônia, turismo ecológico de Foz do Iguaçú. A Alemanha produz um dos melhores vinhos do planeta, Joaquim poderia conhecer os vinhedos do Rio Grande do Sul. A Alemanha é a maior exportadora de móveis do mundo e mesmo assim, não derruba uma árvore se quer. Que tal conhecer as nossas indústrias moveleiras de São Bento do Sul. Se tivesse passado no nosso Estado poderia ainda visitar uma mina de carvão no sul catarinense e ensinar como a Alemanha gera 40% de sua energia utilizando o carvão como insumo. Poderia ainda em Santa Catarina conhecer Blumenau e Joinvile, cidades modelos da boa cultura alemã.

    Enfim, fácil montar um roteiro de visitação para melhor conhecimento e entendimento para consolidar mais e melhores parcerias para o bem comum.

    Pondero que a realização da copa do mundo de futebol no Brasil em 2014 terá como principal ganho a apresentação do Brasil ao restante do planeta, de norte a sul, de leste a oeste.

    Um comentário:

    1. Por traz dessas "visitas" existe a compaixão que desperta nos dirigentes desses países e a consequente liberação de quantias vultuosas para Ongs e instituições, que visam eliminar a pobreza. E ai entra os safados que manipulam essas verbas e se dão muito bem.

      ResponderExcluir

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad