Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    CUBANOS - O resumo do babado

    Poucos assuntos invadiram a time line do Facebook com tanta força quanto a vinda dos médicos cubanos. Sim, os espanhóis e portugueses em número insignificante se comparados aos cubanos chegam a passar despercebidos. De um lado uns defendem ardorosamente e de outros há condenações veementes. Eu mesmo fiz postagens aos montes levantando suspeitas e não tão suspeitas. Em sendo assim, faço um resumo do que foi dito nas redes sociais, sem a pretensão de abarcar tudo.

    Primeiro vamos ao que o próprio governo diz do Programa Mais Médicos: ''O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê investimento em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez ou não existem profissionais. Com a convocação de médicos para atuar na atenção básica de periferias de grandes cidades e municípios do interior do país, o Governo Federal garantirá mais médicos para o Brasil e mais saúde para você. Como não se faz saúde apenas com profissionais, o Ministério está investindo R$ 15 bilhões até 2014 em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde. Desses, R$ 2,8 bilhões foram destinados a obras em 16 mil Unidades Básicas de Saúde e para a compra de equipamentos para 5 mil unidades; R$ 3,2 bilhões para obras em 818 hospitais e aquisição de equipamentos para 2,5 mil hospitais; além de R$ 1,4 bilhão para obras em 877 Unidades de Pronto Atendimento.''

    Ainda no calor das manifestações de junho o governo brasileiro decide lançar uma ''convocação geral'' de médicos para atenderem os rincões deste país. Poucos se apresentam de fato. Em menos de dois meses chegam ao país os ''de fora''. Ora, conhecendo a burocracia no setor público e as dificuldades orçamentárias é de ficar pasmo que tenham resolvido isso em três meses. Em três meses?

    Do senador Humberto Costa (PT-PE), no “Entre Aspas”, da GloboNews, sobre os médicos cubanos: “Esse programa já vem sendo trabalhado há um ano e meio. Boa parte desses cubanos já trabalharam em países de língua portuguesa, não têm dificuldade com a língua. E, ao longo desse um ano e meio, eles vêm tendo conhecimento sobre o sistema de saúde no Brasil, doenças que existem aqui e não existem lá…”

    O governo Dilma tratava há um ano e meio do treinamento de cubanos para vir ao Brasil dentro do Mais Médicos. Não fez isso em nenhum outro país. Tampouco havia uma campanha ostensiva para médicos brasileiros irem aos rincões do país. Uma outra iniciativa isolada de prefeitos. Começou isso quando a popularidade da presidente estava nas alturas e nem de longe se pensava em tantas manifestações. Note também que, tão rápido quando fez a campanha para os brasileiros irem ao encontros dos necessitados, trouxe os cubanos. Estes profissionais vão encontrar o mesmo que os demais daqui: a falta de estrutura. Se não há uma a intenção de levar ideologias ao povo há a diretriz clara de mandar dinheiro daqui pra Cuba, pois como supor que haverá essa tal estrutura que dê suporte aos profissionais para realizarem de fato seu trabalho? Vão tratar o povo com analgésicos e antitérmicos?

    Depois de 10 anos no poder vem o PT e anuncia 15 bi em investimentos, incluindo a formação de mais profissionais a partir de 2014. Ora, levará quase 10 anos pra surtir efeito e só lança isso depois da vinda dos tais cubanos. Não suspeitar disso é de uma ingenuidade abissal.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad