Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    "EU NÃO QUERO RESPOSTAS..."

    Texto enviado por Patrícia Guollo.

    Três pessoas já "sentiram no coração" que eu devo ir no retiro de carnaval esse ano... Já fui em oito deles e me dou por insatisfeita, a história se repete. Não é difícil "sentir no coração", quando uma jovem tão "fervorosa" durante anos vira as costas pra uma doutrina. O que querem é que eu volte pra igreja enquanto eu não quero isso.

    Não, não freqüento igreja alguma e nem vou a encontros religiosos de nenhuma espécie. Nem religião, nem deus mudaram minha vida ou meu caráter, alias o que sempre foi bom só melhorou, as coisas ruins da minha índole pioraram pra quem vive do conceito de pecado e outras por mais pura necessidade individual precisei alterar.

    Abri mão de muitas oportunidades por isso, principalmente estudos que foram oferecidos. Deixei de falar com amigos que pensavam diferente de minha doutrina. Esses sim merecem que lhes peçam perdão! Fiquei cega por vezes, procurei alento nas mãos de pessoas que me viraram as costas muitas vezes.

    Por exemplo com 19 anos, inconseqüente e desprevenida, fiquei grávida. Invés de mãos entendidas, na maioria encontrei portas fechadas, olhares de condenação e ainda as que me colocando em pior situação me pressionavam a casar, sendo que não possuía condição financeira e tão pouco emocional. Sabe, eu perdi o feto espontaneamente e me doeu muito. Por sofrer a paixão de enfrentar um bando de gente que faz coisas bem piores, ou iguais e depois de ver essas mesmas pessoas felizes porque era “a vontade de deus”. Recebi abraços e muitas orações, uns diziam que Deus havia me libertado do pecado que fora concebido este feto, com pouco mais de sete semanas, outros ainda que eu precisava me confessar urgente pra me purificar do pecado.

    Como vou me purificar de algo que está impregnado em mim? Libertar-se é deixar para trás comportamentos que você produz que te fazem mal. E foi isso que fiz. Me libertei da prisão que construí com as próprias mãos, por instruções e influencia dos falsos e hipócritas cristãos. Me desculpem aqueles que acreditam que os namoradinhos estão vivendo a castidade, que os filhos não metem e desrespeitam seus pais ou qualquer um que lhe enfrente.

    Que fique muito claro: Eu não quero respostas, se quisesse ainda estaria no meio cristão. Mas os freqüentes convites e perguntas sugerem que me posicione, logo essa é a minha resposta e posição.

    2 comentários:

    1. Patricia, esse é um processo de evolução que todo mundo deveria passar.
      Eu estou passando também.
      É doido né, porque vai contra tudo que sabemos ou que aprendemos,
      mas temos o direito de pensarmos livremente sem que tenha que ser atrelado
      a alguma crença.
      Grande abraço.

      ResponderExcluir
    2. Tapa na cara de uma sociedade hipócrita.

      ResponderExcluir

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad