Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    MATERNIDADE DO HMISC NUMA ENCRUZILHADA

    Funcionamento da maternidade do Hospital Materno Infantil Santa Catarina deve consumir R$1 milhão por mês. A estimativa foi apresentada em reunião na tarde de hoje entre secretaria da Saúde, Hospital São José e vereadores. Também consta no relatório que 60% dos atendimentos são de pacientes de Criciúma e o restante, obviamente, de fora. O detalhamento dos valores ficou para a próxima segunda-feira, segundo a vereadora Geovania de Sá.

    Contudo, muito interessante o que disse o vereador Tita Belloli, que a Celesc não tem como fornecer energia dentro do prazo de 90 dias, agora menos que isso. A empresa teria que alugar um gerador por cerca de R$60 mil/mês. Enquanto isso equipamentos comprados ainda governo Amin, no final da gestão de Paulo Meller em 2000, perderam sua utilidade pelo tempo. Tornaram-se obsoletos. Disso sou testemunha, estava naquele dia.

    A questão é complexa e não é uma questão de "vontade política" porque está claro que ninguém vai se negar em ter essa vontade. Entretanto, pesa sobre isso gastos com propaganda, por exemplo. Em seu último ano de mandato Clésio Salvaro torrou a modesta cifra de R$3 milhões, ou algo próximo disso, em mídia.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad