Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    PARÁBOLA DO SEMEADOR

    Uma das mais famosas parábolas de Jesus é a do Semeador, que está em Marcos 4:3-20. Então leia com atenção. Depois farei algumas observações. Mas já adianto uma coisa: ela não é ''do semeador'', mas da terra semeada.

    Ouvi: Eis que saiu o semeador a semear.
    E aconteceu que semeando ele, uma parte da semente caiu junto do caminho, e vieram as aves do céu, e a comeram; e outra caiu sobre pedregais, onde não havia muita terra, e nasceu logo, porque não tinha terra profunda; Mas, saindo o sol, queimou-se; e, porque não tinha raiz, secou-se. E outra caiu entre espinhos e, crescendo os espinhos, a sufocaram e não deu fruto. E outra caiu em boa terra e deu fruto, que vingou e cresceu; e um produziu trinta, outro sessenta, e outro cem.
    E disse-lhes: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.
    E, quando se achou só, os que estavam junto dele com os doze interrogaram-no acerca da parábola.
    E ele disse-lhes: A vós vos é dado saber os mistérios do reino de Deus, mas aos que estão de fora todas estas coisas se dizem por parábolas, para que, vendo, vejam, e não percebam; e, ouvindo, ouçam, e não entendam; para que não se convertam, e lhes sejam perdoados os pecados. E disse-lhes: Não percebeis esta parábola? Como, pois, entendereis todas as parábolas?
    O que semeia, semeia a palavra; e, os que estão junto do caminho são aqueles em quem a palavra é semeada; mas, tendo-a eles ouvido, vem logo Satanás e tira a palavra que foi semeada nos seus corações.
    E da mesma forma os que recebem a semente sobre pedregais; os quais, ouvindo a palavra, logo com prazer a recebem; mas não têm raiz em si mesmos, antes são temporãos; depois, sobrevindo tribulação ou perseguição, por causa da palavra, logo se escandalizam. E outros são os que recebem a semente entre espinhos, os quais ouvem a palavra; mas os cuidados deste mundo, e os enganos das riquezas e as ambições de outras coisas, entrando, sufocam a palavra, e fica infrutífera. E os que recebem a semente em boa terra são os que ouvem a palavra e a recebem, e dão fruto, um a trinta, outro a sessenta, outro a cem, por um.

    Sejamos honestos, esse texto tem muito mais a complicar que a esclarecer. Devo ser, portanto, umas das opções, exceto a da boa terra a quem "é dado saber os mistérios do reino de Deus". Sou, portanto, um excluído, um renegado, um não escolhido. Contudo, isso não impede que arrazoe sobre o texto. Vamos lá!

    Primeiro, que nem os discípulos entenderam, o que se contrapõe ao fato de "A vós vos é dado saber os mistérios do reino de Deus". Ora, não pediriam explicações. Ao contrário, dita uma vez, já sabiam da que se tratava. Se precisaram de explicações por que não nós?

    Segundo, "vem logo Satanás e tira a palavra que foi semeada nos seus corações". O que é isso senão dar ao Inimigo mais poder! Colocam também os corações dos humanos a serem usados. Que poder é esse que invade corações e o Criador nada faz? Que cuidado tem com sua mensagem? Nenhum!

    Terceiro, que responsabilidade tem a terra por ter pedras sobre si? Ou de nascerem espinhos à volta? Os espinhos não são igualmente ''semeados''? Não têm raiz em si mesmos sem que fique claro o que seja isso. Foram criados dessa forma? E se se escandalizam e se afastam da palavra por conta das tribulações da vida não seria justamente de responsabilidade dessa mensagem, a qual não lhes deu amparo suficiente? Jesus coloca sua própria palavra como igual a uma propaganda qualquer de um produto qualquer que encontra ou não interesse por quem a ouve.

    Ora, depende, assim, muito mais do que somos em nós mesmos do que da mensagem transmitida. Se ao menos sinalizasse para uma mensagem mais próxima do que cada um necessita, já que seríamos tão diferentes. Sim, ao nos definir como "temporãos" mostra que o cuidado deveria ser ainda maior, não permitindo que pássaros roubassem, que espinhos não crescessem, que pedras fossem removidas etc. Está a Palavra sem poder à espera de quem seja boa terra.

    (Ué: "Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento." 1 Coríntios 3:7)

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad