Sahga

  • Recentes

    ELEIÇÃO DA UNIMED: LEANDRO NUNES

    A Unimed de Criciúma deve realizar eleições para nova presidência dia 26 deste mês. De um lado o diretor administrativo do Hospital da Unimed, cirurgião Giancarlo Búrigo, vice o anestesiologista Audinar de Liz; de outro, tendo apoio do atual presidente Valterney Junqueira, o cirurgião Leandro Avany Nunes, e a médica Clarissa Almeida como vice. Estão aptos para votar mais de 400 médicos cooperados com a responsabilidade de administrar um faturamento de 27 milhões de reais por mês.
    Como a dimensão desta eleição tem ido além do hospital e dos cooperados, movimentando, inclusive a opinião de funcionários, considerei importante trazer a público o que planejam os candidatos. O pedido de entrevista com o médico Giancarlo Búrigo foi encaminhado e aguardo sua manifestação. Nesta edição reproduzo a conversa que tive com o candidato Leandro Avany Nunes.

    Filho de taxista, Leandro Nunes espera conduzir a Unimed Criciúma
    Currículo
    Nos primeiros oito anos do hospital da Unimed, em Criciúma, Nunes foi diretor administrativo, ao lado do atual presidente Valterney Junqueira, assim como esteve à frente do resgate financeiro de uma das especialidades do Hospital São João Batista. "O São João tinha uma dívida de mais de 4 milhões, à época, e deixei com lucro", relembra este período. Dessa forma constituiu um currículo como poucos e muito além de sua atividade de formação, a cirurgia.
    Outra característica que o marca é de formar sucessor. "Quem me substituiu no São João foi treinada por mim", disse, apontando para o fato de que não exigiu formação acadêmica para tal.

    Os planos
    Entre seus objetivos à frente da instituição quer manter o ritmo de crescimento e ampliar o hospital com uma unidade em Araranguá. Quanto ao atendimento quer dar atenção ainda maior para as eventuais reclamações de usuários e cooperados. Uma delas é de que cerca de 30% dos pacientes não comparecem às consultas, o que gera uma perda de ganhos dos médicos. Para tanto espera contornar essas perdas, que seria uma valorização dos profissionais médicos. Também pretende disponibilizar outros meios, além dos existentes, de acesso às informações por parte de usuários e cooperados.
    Outro desafio se dá em relação aos médicos aposentados. Em atividade os cooperados têm acesso aos serviços da Unimed com descontos, mas perdem a vantagem ao deixarem suas atividades e receberem sua cota-capital. A ideia de Nunes é que mantenham seus planos de saúde em nome dos muitos anos de dedicação ao trabalho.

    A oposição
    A mim foi encaminhada duas acusações contra o médico cirurgião. Uma de que não permitiu acesso às informações de sua chapa. Porém, Lendro Avany Nunes esclarece que solicitou sigilo dos dados pessoais relativos ao patrimônio dos membros da nominata. Isso por pedido dos próprios médicos, mas que estão acessíveis de forma reservada à diretoria da Unimed Criciúma. Além disso, foi acusado de não preencher os requisitos formais para credenciamento de sua clínica. Quanto a isso afirma que a empresa não é credenciada. Sendo ele o profissional credenciado.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad