Sahga

  • Recentes

    POR QUE JULIO LOPES DEIXOU O PSL?

    Conversei com o dentista e empresário Júlio Cesar Lopes, ex-presidente da Fundação Cultural de Criciúma, pai do deputado estadual Jessé Lopes, sobre sua desfiliação do PSL. Na imprensa ele disse que atingiu seu objetivo nas eleições e que queria novos desafios.

    Lopes foi peça-chave nas eleições de 2018 na região de Criciúma
    A questão que imediatamente salta aos olhos é de tê-lo feito cinco meses depois do pleito. "Após as eleições não tinha nenhum projeto. Agora tem. Já participei de uma reunião em nível nacional e tomo uma decisão após o Carnaval", afirmou.
    Houve quem questionasse que sua decisão teria sido tomada porque não emplacou indicação ou mesmo ocupar cargo no governo do Estado. Lopes admitiu que realmente ficou chateado pela falta de prestigiamento, já que esperava, ao menos, ser consultado. Mas não buscou ocupar ou indicar quem quer que seja. Inclusive disse ter aconselhado o deputado Jessé a não indicar para cargos no staff do governador Moisés, pois quem fosse demitido se tornaria um inimigo. "Quando fui presidente da Fundação Cultural, no governo Márcio Búrigo, não demiti ninguém para colocar pessoas da minha confiança", arrematou.
    Lopes não deu detalhes do novo projeto. Disse, apenas, que tem a ver com o presidente Jair Bolsonaro.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad